Quantidade de Páginas visitadas

Histórico

Ao iniciarmos uma nova etapa na Educação Escolar do País e, conseqüentemente, neste Estabelecimento de Ensino, faz-se necessário retomar etapas anteriores vividas, fatos relevantes e de suma importância para o objetivo de considerar as características locais e de superar falhas anteriores em busca de uma educação de melhor qualidade e, conseqüentemente, melhoria na vida dos cidadãos brasileiros.

Nos idos de 1949, foi dado o primeiro passo para a fundação daquele que viria a ser um marco na educação, em nossa cidade e também dentro da própria educação paranaense, sendo um ponto de referência quando se quer dizer educação em seu mais alto nível. “Nossa Escola”, como todos carinhosamente a tratam. Foi criada mais precisamente no dia 20 de maio de 1949, através da Lei Municipal de número 23, com a denominação de “Ginásio Municipal de Arapongas” e, posteriormente, Ginásio Municipal “Dr. Júlio Junqueira”, e autorizado a funcionar pelo Ministério da Educação e Saúde, através da Portaria de número 94, datada de 22 de maio de 1950, sendo que através do Decreto de número 10.478, datado de 25 de abril de 1950, passou a pertencer ao quadro dos estabelecimentos de ensino público do Estado do Paraná, com a denominação de Ginásio Estadual “Emílio de Menezes”, autorizada pela Portaria de número 610, datada de 21 de agosto de 1955. Aí, propriamente, começou a grande caminhada para o seu engrandecimento, e logo em 1957, através da Autorização de número 204, datada de 21 de março, nossa “Escola” passou a atender o segundo ciclo, o equivalente hoje ao Ensino Médio, tendo funcionado desde a sua criação até o ano de 1965, no prédio onde hoje está instalado o Colégio Estadual “Marquês de Caravelas”- Ensino Fundamental e Médio, sito na rua Uirapuru, 295.

Tendo ganho casa nova, a única com novo padrão arquitetônico, a partir do dia 24 de março de 1966, passou a atender seu alunado na rua Quíscalo, 185, quadra três, no Jardim Aratimbó, no terreno adquirido do Senhor Amadeu Boggio Melo, onde funcionava uma serraria, e por doação do Governo do Paraná.

Com a efetivação em 26 de novembro de 1963, passou a atender na íntegra o curso de segundo grau, naquela época denominado “Científico”, sendo que, no ano de 1978, passou a abrigar o espólio da extinta Escola Normal “Fernando Amaro”, atendendo também o curso de “Magistério”, para formação de novos professores.

No ano de 1987, foram dados os primeiros passos para a informatização do Colégio, com a instalação do Laboratório de Informática Aplicada à Educação, que posteriormente passou a ser um curso de segundo grau. No ano de 1988, passou a coordenar a documentação escolar informatizada.

Em 1989 passou a abrigar, em virtude das necessidades da absorção da extinta Escola Normal, alunos do curso primário. 

Em 1990 passou a ter o Curso Técnico em Processamento de Dados, o qual teve sua última turma no ano de 1998. A partir da extinção dos Cursos Profissionalizantes, foi ampliada a oferta do Ensino Médio, com um bem aquinhoado laboratório de informática, tendo funcionado durante esse período com a denominação de Colégio Estadual “Emílio de Menezes” - Ensino de 1o e 2o Graus. Atualmente está com a denominação de Colégio Estadual “Emílio de Menezes” - Ensino Fundamental e Médio, alterado pela Resolução Secretarial de número 3120/98 DOE, datada de 11 de setembro de 1998. 

Em 2005, entre outras conquistas, o estabelecimento passou a oferecer novamente o curso de “magistério”, como também formou a tão sonhada fanfarra, graças à parceria com o “Rotary Club Beija-Flor”.

Entre tantas parcerias que foram formadas com várias entidades do município, a parceria com a UNOPAR trouxe vários projetos que vieram enriquecer ainda mais as atividades escolares. Melhorias na parte física da escola também foram conquistadas. Em 2004 aconteceu a construção do refeitório; em 2005, a construção da cantina escolar e vestiários. Encontra-se em andamento a reforma que dará origem à nova sala de vídeo, novo laboratório de química e sala de estágio para o Curso de Formação de Docentes. 

Assim, com rápidas pinceladas, vimos o crescimento e o fortalecimento deste educandário que, anualmente, conta com cerca de 100 (cem) profissionais, sendo 70 (setenta) professores e 30 (trinta) técnico-administrativos e de apoio para atender um alunado de cerca de 1800 educandos, provenientes de todos os rincões e de cidades vizinhas, que vêm em busca daquilo que o Colégio melhor sabe dar: Educação.









Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito